15 de fevereiro de 2018

Todos os gastos de 2017


Dizem que o ano só começa depois do carnaval. Coincidência ou não, este é o primeiro post de 2018. Aproveito o início de ano para calcular todos os gastos que tive em 2017 e escrever um pouco sobre as peças trocadas. Tenho certeza que este texto vai agregar muito conteúdo ao blog. Vamos la!?

Em 2017 eu sofri um acidente e todos os custos foram pagos pelo motorista que invadiu a contra mão. Vou deixar registrado a título de pesquisa.

Janeiro


Precisei trocar o KIT relação, vela, óleo de motor e filtro. Deixei ela cair e acabou entortando o manete de embreagem, paguei 25 pilas em um novinho. Coloquei uma aba de farol para deixar a motoca mais estilosa. O Chain Lube é um lubrificante para correntes muito bom, por isso ele custa tão caro. Observação: Pode ser caro, mas eu ainda não terminei de usar a lata de 400ml (ou seja, durou mais de um ano).

Fevereiro



Meu pneu traseiro furou e o borracheiro fez uma gambiarra para poder rodar sem câmara. Acho que ele me assaltou, mas pelo menos ando com o pneu sem câmara agora. Troquei o óleo da bengala e instalei o GPS para poder viajar nas minhas férias. Troquei o retrovisor que estava trincado com medo da polícia rodoviária me multar. Aproveitei a revisão e troquei a pastilha de freio e lonas.

Março


Mês do meu acidente e todo custo ficou por conta do motorista. Detalhe para o valor de um tanque novo e da torneira de combustível, paguei R$ 520,00 na concessionária. Eu gastei inicialmente R$ 150,00 para o funileiro desamassar o tanque, mas ficava vazando gasolina e decidi que um novo tanque deveria ser comprado. Observe também que paguei R$ 40,00 reais para colocarem um mísero punho de luz, mais um assalto pra conta.

Abril



Nada demais, apenas uma capa de tanque para proteger do tempo, óleo, filtro e gel silicone. O silicone serve para passar nos pneus, na capa e no baú. Uso a estopa para limpar o óleo sujo que fica na tampa do filtro de óleo e para passar cera nas partes cromadas.

Maio


Decidi colocar o kit de freio dianteiro da Suzuki Yes para me livrar daquele barulho chato que dava toda vez que apertava o freio, tipo "tack- tack". Esse barulho é culpa da presilha. Veja esse vídeo do Canal do Maclei que ensina o passo a passo e faça sua troca também, recomendo. Tive que comprar um óleo de freio para fazer a sangria.

Os dois tapetes eu uso dentro do baú para forrar e deixar menos barulhento. Comprei também algumas ferramentas para mexer na moto e antecipei minhas compras no centro, adquirindo lonas, filtro e óleo.

Junho



Achei que precisava trocar a caixa de direção e aproveite a ida no centro e comprei também uma graxa azul. Vi esse vídeo sobre como trocar a caixa mas não tive coragem de fazer em casa. Não tenho todas as ferramentas e fiquei com receio de não conseguir fazer o serviço.

Julho



O carburador começou a vazar gasolina e levei a motoca em uma oficina, pedi pra trocar a caixa de direção e também uma revisão geral. Fiquei uma semana sem a moto, foi horrível, mas sobrevivi. Comprei também um chaveiro novo e um filtro de gasolina universal para colocar na moto.

O registro de combustível que eu tinha comprado em fevereiro não tem filtro. Perguntei se isso estava certo, o vendedor da concessionária disse que os novos registros vem sem o filtro mesmo. Achei estranho, mas não disse nada.

Agosto


Em agosto, gastei apenas com material de limpeza. O etanol que vende em posto de gasolina serve perfeitamente para limpar peças da moto (desde que não tenha borracha). Comprei uma bandeja e pincel para fazer o serviço em casa. Tirei a roda traseira e desmontei ela todinha. Limpei tudo com etanol e montei ela seguindo as orientações do manual de serviço.

Usei as ferramentas e a graxa azul  que tinha comprado para fazer esta manutenção. Com o tempo, as lonas que ficam dentro da roda traseira juntam muito pó e isso prejudica a frenagem. Depois da limpeza entendi que eu não preciso trocar as lonas a cada 3 meses, basta limpar.

Setembro


Em setembro troquei o motor de arranque e a bateria. O motor de arranque é o mesmo desde 2011, cedo ou tarde essa peça iria dar problema, e deu. Fiz a substituição da bateria também, a cada 1 ano e meio eu troco ela. Esse é um ponto que eu considero negativo na moto. Destaque abaixo do site G1;


Mas até descobrir que o problema era o motor de arranque, eu tinha gasto com escovinha e mão de obra para o meu primo me ajudar a descobrir o que era. O motor de arranque estava condenado, mas na oficina fizeram uma gambiarra para ela durar mais algumas semanas até que o novo chegasse dos correios.

Dezembro


Em dezembro gastei apenas com "perfumaria"; comprei óleo, filtro, um cabo para amarrar no baú, limpa couro, alicate, e uma corda (aranha) para amarrar alguma coisa no banco.

Saldo Final

O ano de 2017 foi o ano que mais troquei peças. Total gasto de R$ 3.602,72 (menos R$ 1.405,80 do acidente), é igual a R$ 2.196,92; Este total é divido em R$ 1.187,44 em peças, R$ 665,23 em mão de obra, R$ 144,50 em ferramentas, R$ 118,56 em acessórios e R$ 81,19 em material de limpeza.





Resumindo, custou mais ou menos dois mil reais para manter a motoca no último ano. Lembrando que a minha Intruder 125 é de 2006/2007 e o preço de tabela dela fica próximo dos 3 mil. Fico pensando se ainda vale a pena manter uma. O que você acha?

Forte abraço!
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários:

  1. Eu acho que vale sim. Primeiro que você não terá o mesmo gasto todo ano, depois de tanta manutenção em 2017, acredito que em 2018/19 diminua. Nesse preço médio da FIPE tem moto muito mal conservada e moto muito bem conservada no meio. A sua moto está muito bonita, não existe mais intruder 0km, mas se vc quiser uma moto zero, na garantia e sem problemas, aí vc decide se compra outra ou não. Se não tiver enjoado da intruder fica com ela! Onde comprou essa capa de tanque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo elogio Matheus. Eu concordo com você, o que tinha que trocar nela vai demorar um tempinho pra trocar outra vez. Este ano eu prevejo apenas freio e óleo de motor. Nada mais. Forte abraço!

      Excluir
    2. LINK DA CAPA - https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-845894888-capa-tanque-capa-banco-suzuki-intruder-125-_JM

      Excluir
  2. Eu acho que vale a pena ficar com ela, sim! Tenho uma do mesmo ano e modelo da sua e gasto a cada 2-3 meses, uns 200 reais com manutenção! Também já pensei em trocar, mas quanto eu gastaria para comprar uma nova que não me desse problema? Menos que R$ 200,00/mês? Jamais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem toda razão, Tiago! Vendo por este lado, provavelmente nunca encontraria outra moto de 12 anos sem ter nada pra fazer. Todo desgaste que tive foi natural. Como sempre compro em autorizada, o preço pode ter sido influenciado por isso. Forte abraço.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir