16 de maio de 2017


É hora de botar na ponta do lápis os valores investidos para manter a motoca sempre nova. Se você quer saber quanto custa manter uma Intruder 125, este texto é pra você. Tenho uma planilha que controlo todas as minhas despesas pessoais de forma simples.
Graças à ela, consegui escrever este texto e aquele sobre o review dos 70.000 km rodados.

Eu cheguei a escrever um artigo semelhante à este em 2011 e vai servir muito bem para quem está buscando este tipo de informação. Não inclui na planilha os valores gastos com material de limpeza e gasolina, pois entendo que são itens relativos e depende de cada um.

A gasolina gasta vai variar de acordo com a utilização da moto e os materiais de limpeza, de acordo com sua preguiça. Sim! Preguiça! Você pode pagar para alguém lavar a moto ou você mesmo lava. A segunda opção é muito mais barata, sem dúvidas. Um balde, um pano, detergente e água bastam para manter a moto minimamente limpa.


Inclui na planilha os valores com documentação anual (IPVA, DPVAT e etc) e equipamentos como capacete e capa de chuva. Se você observar, as peças trocas na moto são justamente aquelas de manutenção preventiva. Pneus, kit relação, bateria, filtros, óleo de motor e etc. O total em 2015 foi de R$ 1.384,40 e dividindo por 12, dá R$ 115,37 por mês.


Em 2016 precisei trocar os pneus, soldar o pedal e de quebra ganhei uma multa de trânsito, o que fez a média mensal subir um pouco. O total gasto em 2016 foi de R$ 1.948,82 e dividindo por 12 chegamos no valor de R$ 162,40. Assim como em 2015, as peças trocadas estavam previstas na manutenção preventiva. A moto não enguiçou nestes dois anos.

Daqui um ano farei um post semelhante a este para analisarmos o gasto médio mensal.
Espero que este texto te ajude a ter uma boa noção sobre quanto custa manter uma moto de baixa cilindrada e de mecânica confiável, como é o caso da minha Suzuki Intruder 125.

Minha Intruder posando para uma foto em sua primeira viagem.
Observação; os valores gastos com documentação e equipamentos representam boa parte dos custos e podem variar também. Exemplo: comprar um capacete de R$ 3.000,00 ou um de R$ 50,00, levar multa toda semana e atrasar o pagamento do licenciamento. Eu inclui na lista justamente para relacionar todo custo envolvendo a moto.

Qualquer dúvida, basta comentar que eu respondo.
Forte abraço e até mais.
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários:

  1. Você troca de óleo a cada quantos km? Notei a você trocou 4x em 2015

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tento trocar a cada 3 meses ou 3 mil KM, o que vier primeiro.
      Eu rodo muito pouco, pois moro próximo do trabalho e da faculdade. Mas rodo com ela diariamente. Levei a motoca essa semana pra dar uma revisão geral.
      Me cobraram 100 reais pra trocar a agulha do carburador e regular.
      Em 5 anos eu nunca mexi no carburador, então imagina como deveria estar.
      Abraço Jun!

      Excluir
    2. Valeu por responder. Eu tinha uma pcx e trocava de oleo a cada 3 mil km ou 6 meses, geralmente 6 meses, e o óleo não saia escuro, saia uma cor aceitável. Nesses 3 meses que passam seu óleo fica escuro? Eu estou pensando em pegar uma Chopper Road 150, ja que não possuo mais a pcx por medo de ser roubado novamente.

      Excluir
    3. Ah, so para complementar, eu rodava em média 400km por mês

      Excluir
    4. Uma vez eu troquei o óleo com "apenas" um mês, e ele estava bem escuro. Parecia que eu nem tinha trocado. Eu vou percebendo que vai chegando a hora de trocar, quando o cheiro da fumaça vai ficando mais forte. Penso em diminuir o tempo de troca do óleo. Lí em algum lugar, que não me lembro agora, que a forma de calcular o tempo de troca é incorreto, pois o motor fica girando no semáforo e isso não tem como calcular em KM's, não sei se consegui explicar. Abraço Jun!

      Excluir