31 de maio de 2017


Existem duas versões que nunca foram comercializadas por aqui; a super esportiva e a fora de estrada. Visitando as páginas da Suzuki de outros países, encontrei dois modelos muito interessantes vendidas na Guatemala. A versão "todo terreno", de onde vem a sigla TT, é a versão da Intruder para rodar na terra e a super esportiva SS, para acelerar nas pistas.

A curiosidade é que, apesar da sugestão de uso das motocicletas, o modelo cruiser da Intruder não combina com barro, lama, corridas ou arrancadas. A proposta da moto é outra.

Sabemos da fama de trator e durabilidade que a Intruder tem e justamente por isso, a versão off road chame mais a atenção do que a super esportiva. Afinal de contas não existe esportividade em uma 125cc, não é mesmo?  A diferença fica por conta dos acessórios que equipam a motoca.

GN125 Todo Terreno


Clique nas imagens para ampliar
A versão radical da trudinha, tem pneus de cravo, sanfona, para-lama dianteiro de plástico (estilo cross), mata-cachorro e bagageiro reforçado. Essa versão me faz pensar sobre o quão feliz é o projeto da GN125.

Se a própria empresa faz pequenas modificações para que a moto ande no "meio do mato", então quer dizer que o projeto é bom mesmo. Só achei que a rabeta também deveria ser alterada, para acompanhar o para-lama. Cromado não combina com sujeira, na minha opinião.

GN125 Super Sport



De esportiva mesmo só o nome. Essa GN125 tem guidão, retrovisores, banco e farol traseiro diferentes da versão original. Me lembrou uma café racer, talvez o termo "racer" tenha inspirado a nomenclatura SS. Confesso que achei esse modelo bem diferente, principalmente pelo banco. Mas isso é uma questão pessoal.



Este texto é mais curto, serve apenas para registrar estes dois modelos que a Suzuki Motos do Brasil jamais comercializará. Fico por aqui, forte abraço.

Fonte das fotografias: Suzuki Guatemala / Facebook
Comentário(s)
8 Comentário(s)

8 comentários:

  1. Nem na Guatemala, nem na Colômbia, nem no Chile, e principalmente, nem na Argentina, onde está a fábrica da Suzuki motos da América Latina. Procurem por gentileza, Argentina Suzuki gn125 no Google, ele leva para o site da Suzuki motos da Argentina.

    ResponderExcluir
  2. A intruder, não saiu de linha, gente....

    ResponderExcluir
  3. Gente, acabei de sair da loja Suzuki, e a vendedora disse que saiu de linha sim! Pelo menos no Brasil! Que pena! Tinha que ter a 125 e a 250! Ela é linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas, Marlineide. Uma pena não venderem uma 250 estilo custom.

      Excluir
  4. E tem mais. Vão parar de vender 16 modelos. Vejam no site motonline....

    ResponderExcluir
  5. Não conseguem comprar Haojue? J.toledo, sendo ele mesmo.... Adivinha porque não vão renovar o contrato dele como representante ano que vem...

    ResponderExcluir
  6. Usem a cabeça...O J.Toledo disse que a intruder saiu de linha porque era carburada, e o promot 4 vem aí, e tal...A solução: outra moto carburada no lugar...Como era a intruder..
    Tem lógica?

    ResponderExcluir