14 de janeiro de 2017

Tabela de manutenção periódica

Homer e a sua motoca
Saber o momento correto para trocar alguma peça na moto é muito importante. A manutenção preventiva é a melhor forma de conservação do veículo com o máximo de economia e desempenho. Outro dia, enquanto eu atualizava a página de download do manual, notei que existem alguns itens na Intruder que eu ainda não troquei. Decidi publicar a tabela de manutenção e lubrificação para facilitar a vida dos Intrudeiros e interessados.


Os itens que eu preciso trocar ou inspecionar de acordo com o manual;
Vela de ignição, filtro de ar, linha de combustível, mangueira do freio, fluído de freio e o óleo do garfo dianteiro.

Com exceção da vela e do filtro de ar, o restante dos itens citados NUNCA foram trocados ou verificados (tem 2 anos aproximadamente que não limpo o filtro de ar). Isso me alertou e tomei a decisão de substituí-los o mais breve possível.

Porém, mesmo que eu não sinta que a moto precise trocar a vela, farei o que o manual recomenda. Não quero ser pego de surpresa e ficar na mão, acabei de chegar nos 70.000 km e gostaria de ter essa moto inteira por muito mais tempo. Sem contar que ela já tem 10 anos de vida, né!?

Abaixo as 3 tabelas de manutenção com informações separadas por motor, chassi e lubrificação;




Montei as planilhas de acordo com o manual e você pode usar ela como guia para controlar e planejar a manutenção da motocicleta.

Não deixe sua magrela quebrar para só depois ver o que precisa ser feito, praticando a manutenção preventiva você conserva sua moto e pode até evitar acidentes. É sério, só em 2014 foram 46 mil acidentes provocados por falta de manutenção . Fonte: Abraciclo.

Eu fico por aqui, um forte abraço e até o próximo post!
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários:

  1. Olá Hélio, td bem?

    Eu tive a minha primeira Intruder 125 bordô em 2008, tirei zero. Mas nessa época eu não pilotava ainda...era só carona, então não precisava me preocupar com manutenção também.

    Depois de alguns anos sem ela, acabei comprando uma outra Intruder 125, dessa vez preta e usada, peguei ela em 2016 com 11.000 km rodados.

    Como tb tinha motorista pra me levar pra cima e pra baixo acabei me acomodando, mas em novembro resolvi por a mão na massa e tirar a CNH, que até então tinha só de carro.
    Hj foi o primeiro dia que saí com ela, e pesquisando na internet encontrei seu blog que está me esclarecendo muitas dúvidas!

    Obrigada por compartilhar e se der tempo, não pare de escrever!!! Sei que não é fácil, tb já tive blog sobre outro tema, as vezes falta tempo, inspiração...enfim...

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem! É isso ai, essa motoca é perfeita para a cidade, vai adorar! Obrigado pelo comentário, vou me esforçar em continuar escrevendo, na medida possível. Forte abraço!

    ResponderExcluir