3 de dezembro de 2012


Amigo motociclista, você que utiliza a internet para pesquisa e está procurando um meio de transporte sobre duas rodas, não pode deixar de ler este artigo. E você também, proprietário de uma Intruder 125, confira minha opinião destacando alguns pontos positivos e negativos sobre esta pequena guerreira da Suzuki. Valerá a pena!

Comprei essa motoca no começo do ano passado, depois de pesquisar bastante, decidi que a Intruder 125 seria minha primeira moto. O que diziam sobre ela vibrar em alta rotação é verdade. Ela vibra sim, mas nada absurdo ou algo que não seja aceitável. Já li um relato de uma pessoa que ficou com as mãos dormentes de tanto que vibrava. Mas a minha não vibra até este ponto.

A posição para pilotar é excelente, muito confortável e o banco macio. Já andei de CB300 e em apenas 15 minutos já sentia dor nas mãos, nas costas e achei o banco desconfortável. Quando levo garupa "é só elogios".
Foto por Doni Castilho/Infomoto

A altura também ajuda pois ela não é alta. Isso facilita muito para pessoas com baixa estatura. Tenho 1,70 e a altura da moto me dá muita segurança. Com outras motos sempre fico na ponta dos pés, causando dor após alguns minutos e grande risco de cair ao parar.

O consumo médio de combustível sempre fica entre 30KM/L ou mais. Mas isso vai depender também da forma como você pilota e local onde roda. Se no seu percurso diário conter muitos semáforos, o arranca e breca constante faz com que o consumo seja um pouco mais elevado do que em um percurso direto sempre a 60 ou 70 Km/h. Com gasolina comum a minha moto sempre funcionou melhor.

Falando em brecar, os freios dela deixam a desejar. Não sei se é uma questão de regulagem, mas para frear bem preciso forçar um pouco no manete e também no pedal.

Mercado de peças de reposição e manutenção.

O desgaste das peças é natural e com o tempo você precisará trocar as peças da moto para manter ela em perfeito funcionamento. Em quase 2 anos de Intruder só fiquei na mão uma vez, mas foi por culpa minha por sempre esperar o pior acontecer.

Vela velha

Ela vinha apresentando falhas ao ligar com motor quente, ao invés de eu levar ela na oficina no primeiro momento, ficava adiando isso. Até o dia que ela não ligou mais e tive que voltar andando pra casa.

Algumas peças são mais caras se comparando com as da Honda por exemplo. Mas a moto é um trator, de mecânica confiável. No fim acaba valendo a pena. Filtros e óleo de motor são praticamente de mesmo custo do que as das outras marcas.

A disponibilidade de peças é um ponto negativo, no meu bairro por exemplo, não encontrava o pedal de freio. Tive que buscar na autorizada.

Revenda

Este é outro ponto negativo, a Intruder 125 não tem uma boa revenda, se você for comprar essa moto pensando em vender depois, vai perder dinheiro. Compre uma Honda se este for o seu propósito. Uma nova está saindo por R$ 5.490,00 (mais documentos). Uma usada em bom estado pode ser encontrada por R$ 3.000,00. Se der uma choradinha pode levar por menos.

Print Screen sobre algumas Intruder's no Mercado Livre

Mas é um ótimo investimento se você pensar que essa moto, por não ser tão vendida, acaba não sendo tão roubada. E isso meu amigo, não tem preço. Você deixar sua moto na rua e ter a tranquilidade de sabe que no final do dia vai encontrar ela no mesmo lugar justamente por saber que bandido faz cara feia pra ela.

Você precisar ter muito azar pra acontecer. Coloca uma corrente bem grossa na roda dianteira e estacione ao lado de uma CG 125, problema resolvido. Comprei a minha pensando neste aspecto, prefiro ser vítima do pessoal da autorizada do que ser vítima do pessoal do PCC.

Resumindo

Se procura uma moto com mecânica confiável, econômica, com bom custo x benefício e não deseja vender ela tão cedo, vá de Intruder 125. Ela tem suas vantagens e desvantagens, cabe a você decidir se ela será sua primeira moto ou não. Eu não me arrependo e pretendo ficar com ela pra sempre. Será herança para meus netos e ainda me dará muitas alegrias!

OFF
Pessoal, me desculpem pela demora em atualizar o blog (6 meses sem atualização). A vida anda muito corrida. Sempre que eu puder, estarei atualizando aqui. Ainda preciso responder aos e-mail's enviados na página de "contato". Gosto de compartilhar ideias e opiniões com amigos motociclistas. Se eu não voltar este ano, desejo a todos você um excelente 2013! Muito obrigado.

Fonte das fotos: http://carros.uol.com.br/motos/
Comentário(s)
71 Comentário(s)

71 comentários:

  1. Æ!!

    Bem legal os pontos positivos e negativos. Estou com a minha intruder 125 desde 2008 e curto bastante ela, vejo pouquíssimos pontos negativos e ela só me deixou na mão uma vez também.

    Agora comecei a customizá-la de verdade, guidão seca suvaco, escapamento que estou fazendo, banco selim, pintura preto fosco e etc. É uma ótima moto para customizar! :D

    Continue postando!

    Há braços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho a minha desde 2008 comprei nova e ate hoje nao me arrependo os pros sao verdadeiros porem os contras nem tanto pq tem uma autorizada perto da minha casa ja rodei 2000 KM na minha e ela nao me deixou na mao a moto parece aquela moto do rambo kkkkk viva as pequenas guerreiras moro em PE e ja fui pro RJ de tudy

      Excluir
    2. Caramba também se a moto deixar na mão com apenas 2mil km só se fosse descartável.

      Excluir
    3. Caramba também se a moto deixar na mão com apenas 2mil km só se fosse descartável.

      Excluir
    4. Olá amigos comprei uma intruder 125 2008 revisei totalmente só que a hora que fui testar ela a 110 km por hora não consigo aguentar de tanta vibração do motor será que é falta de regulagem no motor??

      Excluir
  2. Comprei a minha vai fazer 6 meses e a unica coisa ruim que acho dela é "subir" a 2ª marcha que entra com um pouco de sacrificio dependendo da rotação...no mais, confortavel e atende as expectativas. Uma moto completa, no caso a minha 2012 com afogador no manete, indicador de combustivel, indicador de marcha, partida eletrica, freio a disco dianteiro e trava de guidao no proprio contato...ótimo custo beneficio sem duvida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Você por acaso está vendendo sua moto. Estou querendo uma ano 2012.Ok. Obrigado

      Excluir
  3. Eu até gosto da minha moto, tenho desde 2007

    Pontos positivos:

    Confortavel pro garupa, ainda mais se colocar sissi bar
    Excelente pra cidade
    consumo
    desing rock and roll

    Pontos negativos:
    Pra mim só ficou confortável com um guidão menor, da strada 200, tenho 1,75 e sentia dores nas costas, coloquei guidões altos e só piorou, o melhor foi o da Strada

    Motor sofre demais em altas rotações e diminui muito a vida útil, 2 anos pegando estrada todos dia sempre a 100 110km\h detonou a moto, sem contar que a vibração incomoda em altas rotações

    Peças e itens de reposição : Muita dor de cabeça, tem que rodar a cidade toda e não se acha o pneu traseiro, ou compra pelo site ou encomenda na revenda, isso porque uso o michelin, o pirelli é uma facada absurda, e o michelin é muito melhor

    Fora outros itens que vc tem que fazer adaptações pra não morrer na facada ou ter de usar de outras motos

    Se você é novo em moto, não entende de mecânica, só vai ter dor de cabeça; principalmente em cidades do interior paulista, moro em Americana, cidade desenvolvida e rica, e toda concessionária não fica nem 2 anos e fecha.

    Vender é outra dor de cabeça.


    é uma moto legal pro dia a dia, principalmente por ser barata, mas no fim o que é barato dá um pouco mais de dor de cabeça, titan e ybr você acha os itens de reposição, e existe um mercado que lhe dá a opção de escolher qual o melhor preço, pois, várias fabricas de peças paralelas fabricam.

    Hoje tá melhor, em 2007, era um parto pra achar alguma peça mais complicada da moto.

    ResponderExcluir
  4. Cara, eu comprei uma 2008. estou com ela a um mes.
    Está redondinha, nada para fazer. só troquei o oleo, todos os filtros e vela, por medidas de segurança.

    Troquei o banco pois não achei confortavel não.
    Sua posição de pilotagem melhorou quando puxei o guidão um pouco para tras pois doia meu punho direito e os pedais poderia ser um pouco mais avançados.
    Minhas mão adormecem quando estou a 80km, geralmente em viagens que a aceleração é constante.

    Apesar de eu só ter citado os defeito a cima, é uma excelente moto. realmente economica e confiavel. já fiz duas viagens com ela, uma pra peruibe e a outra para guararema.

    recomendo!

    ResponderExcluir
  5. Cara, muito bom o artigo! Concordo com basicamente tudo, mas ainda acho que as peças são fáceis de encontrar. Se não tem na sua cidade, você encontra fácil na internet e muitas das peças são adaptáveis com peças de outras motos, que inclusve podem até melhorar a moto em certos aspectos.

    Tenho a minha intruder há quase 4 anos, juntamente com muito prazer e alegria. Os problemas que tive foram os mesmos que o seu: deixei pra remediar ao invés de prevenir.

    Continue publicando aqui que continuaremos acompanhando!! :D
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Continua postando, man! Essa moto é show demais. Guerreira.
    Meu cunhado tem uma, usa todo dia na cidade e várias vezes pra viajar. É aquilo que se diz mesmo, conforme ele me disse. Só pena quando pega subida ou pista simples, que tem que curtir traseira de veículos variados.
    Tenho um outro amigo que viaja (pasmem) direto pra Bahia (saindo aqui do Paraná!!!) e Santa Catarina, com os alforges cheios e a esposa na garupa!!!
    Pensa numa moto CONAN!!!
    E não ouvi ele reclamar nada dela.
    Por conta de coisas assim que comprei a minha. Se que é assunto polêmico (não tanto quanto mamilos) mas me causa revolta a J.Toledo não tomar vergonha na cara e trazer a 250cc dela pro Brasil.
    Té mais!

    ResponderExcluir
  7. na realidade a intruder e uma moto bem dizer completa
    nada de reclamaçoes sobre a minha e a vibraçao realmente e uma caracteristicadela a principio pensei ser algum defeito pois parecia estar com o cano estourado ou coma corrente de comando folgada
    mas ao falar com o pessoal da altorizada o mecanico chefe me explicou
    que era coisa dela mesmo peças realmente so na autorizada pois nessas fabricantes de peças paralelas (peças falsas e baratas que quebram o galho)sao poucas que fazem um negoçio aki outro ali , mas se o cara quer colocar original mesmo ate se for da honda e os olhos da cara

    ResponderExcluir
  8. Olá todos! Minha primeira moto esta sendo a Intruder 125 modelo 2012. Minha decisão por ela foi pela sua superioridade sobre as concorrentes, como por exemplo a CG.

    Completo nesse mês de dezembro 1 ano que estou com ela e os pontos negativos que observei foram a vibração e revenda. Manutenção, só o de sempre, trocas de óleo, filtro, lubrificação e regulagem da corrente. Sempre na autorizada a um preço justo.

    Muito econômica! Faço viagem com minha esposa, a mais longa + ou - 600Km total. Viagem tranquila e segura. Seu consumo foi em média de 30Km/l. E olha que sou pesado, uns 110Kg!rsrsrs!

    Bom... não me arrependo em nenhum momento por ter comprado essa guerreira! Quem quiser comprar para ficar bem servido com uma moto completa e confortável sem preocupação com revenda, e sim com satisfação, recomendo a Intruder 125!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Oi pessoal !
    Achei o blog muito informativo !
    tenho pesquisado muito antes de comprar minha primeira moto e acho que será a intruder mesmo, tem o design mas bonito de todas as 125cc.
    Aqui no blog muitas dúvidas foram sanadas.
    Valeu !!!

    ResponderExcluir
  10. Pessoal na boa, só rockeiro, Quando eu vi o namorado da minha prima com essa moto, meu coração bateu mais forte, ela é muito estilo Rock And Roll, só que apessar de tudo isso eu nao tenho idade pra dirigir, tenho 13 anos, mais ja sei dirigir, ja pegei 140km/hr numa CG 150 do meu pai, agora to trabalhando, ralando !, pra compra uma Intruder 125 :D, Valeeuw pelo Artigo.

    ResponderExcluir
  11. O seu blog me ajudou a sanar diversas dúvidas antes de comprar a moto, terminei por comprar uma mod2008, usada de um colega de trabalho, agora é só fazer as manutenções de rotina.

    ResponderExcluir
  12. Ola pessoas e fãs desta magnífica pequena custom, minha primeira moto foi uma YBR 2006 vermelha. Esta é uma ótima moto, porem de outro estilo “STREET” fiquei com a mesma por quase 5 anos. Mas... No dia 30 de dezembro de 2012 sofri um assalto à mão armada, no dia seguinte e com muita sorte recuperei minha Yamaha. Sempre fui um grande FÃ da intrudinha, e aproveitei a oportunidade para trocar de moto e adquirir a minha 2007pretinha. Já a conhecia de outros carnavais e sempre desejei ter uma, agora a tenho e me encontro plenamente satisfeito. A YBR e Intruder possuem diferenças obvias e sutis, a YBR e muito mais visada a sinistros do que a pequena Suzuki. Mas também como sou ROCK ‘IN ROLL e um apaixonado pelo estilo, agora me encontrei no mundo motociclistico. INTRUDER uma moto que é pura personalidade.

    ResponderExcluir
  13. Quem é rock ou gosta do estilo da Intruder, pesquise no google imagens de Intruder 125 personalizadas. Vocês vão babar! Tudo é possível de modificar nessa moto.

    ResponderExcluir
  14. Vou completar 66 anos no mês que vem e acabo de ser aprovado no exame de habilitação. Meu sonho é ter uma H.D., mas ainda preciso treinar muito, e para isso é fundamental uma de baixa cilindrada. Assim sendo, pesquisei bastante a respeito da moto com que deveria iniciar minha "carreira". Depois de examinar uma série delas, sob os mais variados aspectos, decidi pela Intruder, para o que o post acima contribuiu bastante. Amanhã mesmo vou comprá-la. Obrigado.

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho uma intruder 2011 há mais de um ano, é minha primeira moto, já rodei quase 10 mil km com ela e até hoje não tive um único problema, a moto é excelente, além de muito bonita, até hoje só troquei óleo e filtro, agora com 20 mil que vou trocar relação e pneu traseiro. Recomendo a motoca com certeza.
    Quem quiser conhecer um pouco sobre a motoca ou pegar umas dicas sobre motos acesse meu blog motovisao.blogspot.com

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Só quem tem pra falar mesmo, um estilo só pra quem tem personalidade, estou começando a pesquisar sobre motos e já no primeiro blog eu já me decidi, vou comprar minha intrudinha mesmo, e ainda mais que eu posso colocar guidom "Seca Suvaco" nela, é tudo de bom...

    ResponderExcluir
  17. intruder 125 sem palavras

    ResponderExcluir
  18. Cara Muuito bom o post...estou mais que convencido, esta será minha primeira moto!!! o/

    ResponderExcluir
  19. Tenho uma Intruder 125 faz um ano e um mês, com quase 8.000 Km rodados, posso dizer que é uma moto muito muito confortável, resistente e econômica. A construção é sólida e não parece "de brinquedo" como as concorrentes da mesma categoria, é cheia de cromados e a única parte que é feita de plástico é o painel que mostra velocidade e giro. Vou pra faculade com ela, no total ando 32 Km por dia (no mínimo). Reparem que o pneu traseiro dela é mais largo que o de qualquer outra 125 do mercado, isso oferece mais segurança e deixa ela com um visual mais bonito. A troca de marchas é muito mais confortável na Intruder do que na Fan 125 que que aprendi a pilotar na auto-escola. Resumindo: Ela é mais barata, menos visada para roubo, e mais completa que as concorrentes. Altamente recomendada.

    ResponderExcluir
  20. Tenho uma intruder 125 2007a mais ou menos 2 anos e até hoje é de longe a melhor moto que já pilotei, econômica e confortável. sem igual l!!!

    ResponderExcluir
  21. Estou desejando comprar uma zero km
    Abraços

    PS: ÓTIMO POST

    ResponderExcluir
  22. Ola.

    Meu nome é Daniel Gustavo. BH Minas Gerais

    Sou fam. da Intruder 125 a décadas, por lembra uma paixão antiga a RX 180 YAMAHA (saudades).
    Mas voltando a realidade já tive outras três intruder 125 só troco quando o KM 160.000 a minha atual é uma 2008 com km 85.000 e linda.
    Minhas dicas .

    1. Trocar a roda traseira por aro 18`` da YES 125.

    2. Depois de trocar a roda traseira colocar peão 14 dentes ( relação atual 14x43)

    3. Carburador PZ 27 da Drafa Sped 150, fica mais forte e econômica 41 +ou- detalhe encaixa perfeitamente sem maiores problemas.

    4. Cabo de acelerador da intruder antiga ate 2006 com carburador BS 26 a vácuo

    5. Óleo de motor 10w40 semissintético ou sintético (o motor agradece) troca a cada 1500 km

    6. Vela de ignição CPR8EA –9 fica ótima e melhora muito a arrancada

    7. Trocar o óleo da suspensão a cada 6000 Km e usar óleo 2,5w da MOTUL sintético (fica ótima e macia. Nunca use óleo ATF de transmissão automática ( o nome já diz tudo NE.)

    8. Nunca use filtro de papel pois este se encharca com as partículas de óleo do repiro localizado no bloco do motor e em dias de chuva causa perda de potencia a parada total em casos extremos .

    9. Troca do sistema de freio pelo da Yes e fazer pinça e disco e fazer furo no meio do protetor de borracha do reservatório do fluido de freio assim deixando o sistema (respirando ) melhor e eliminando o efeito borrachudo de qualquer moto com sistema de freio a disco (aprendi isto com meu avo )

    10. E ultimo e não menos importante limpe o respiro da tampa de combustível pois isto em dias quentes o gás que deveria ser eliminado causa vácuo impedindo que a gasolina dessa e chega no carburador

    Espero que tenha ajudado aos proprietários de Intruder

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está post é excelente. Obrigada pela sua participação.

      Excluir
  23. Ola.

    Meu nome é Daniel Gustavo. BH Minas Gerais

    A eu tava me esquecendo nunca use gasolina aditivado pois no brasil é pura picaretagem se vc tiver de aditivar a gasolina compre o aditivo da AC DELCO DA GM é o melhor

    ResponderExcluir
  24. Tenho uma Intruder 125 ano 2006, é a minha primeira moto, ja andei em várias, mas me apaixonei por essa moto. Os pontos negativos são: Freio traseiro muito ruim e a vibração. Do resto, é uma moto muito confortável, econômica e estilosa.

    ResponderExcluir
  25. Oi, boa noite;
    Achei seu blog pesquisando o filtro de óleo da intruder.
    Como vc, a intruder é minha 1ª moto, acabei de comprar uma usada (2008) muito bem conservada.
    Como é minha 1ª moto e só tenho ela a 2 semanas, ainda não tenho bagagem para dar opiniões, mas com o tempo poderei contribuir.
    Uma pergunta, vou fazer a troca de óleo dela esta semana, ví que vc usa o yamalube, mas no manual dela indica o lubrax gp. O que vc indica? Grato; Marcos.

    ResponderExcluir
  26. Eu tenho 48 anos, vou tirar carta categoria A provavelmente no final de 2013, moro em SP capital e pesquisando sobre a Intruder descobri esse blog muito bom por sinal, contendo opiniões de quem possui uma Intruder 125, e é essa que vou comprar para ir e voltar ao trabalho, busco um meio de transporte para enfrentar o trânsito, e a Intruder por ser resistente, pouco visada por larápios, na minha opinião bonita e um preço acessível é nessa que eu vou.

    ResponderExcluir
  27. Tenho uma 2008 e estou enfrentando problemas para liga-la de manhã. Todos os dias ela dá muito trabalho. A bateria é nova e coloco o afogador no ultimo e mesmo assim a bicha não pega. Dá partida e não segura. Vou leva-la na própria suzuki para ver o que pode ser, pois o meu mecanico não deu jeito. Adorei o blog. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por cara troca vela e limpa o carborador

      Excluir
  28. Depois de ter duas CG 125 roubada, resolvi pegar uma intruder 125 2007, só troco agora por uma mais nova. abçs

    ResponderExcluir
  29. Adorei, sou motociclista de primeira viajem e pesquisando achei o site. Vou seguir com afinco agora, até porque me convenceu na escolha. Obrigada pela visão. Abraços, Bia.

    ResponderExcluir
  30. Lendo este post me decidi vou de Intruder 125, amanhã estou indo na susuki ver a moto, Abraços...

    ResponderExcluir
  31. Tenho uma Intruder 125 2010, que retirei na Suzuki em fevereiro de 2011, hoje ela esta com 20.000 kms. Por quatro experiências anteriores com a marca Honda, decidi pela Suzuki. As quatro Hondas que mencionei, foram todas furtadas, embora estacionadas com corrente ou travas, levaram assim mesmo. Fiquei surpreso com a Intruder, achando que não ia me acostumar, mas gostei muito dela, é completa, com vários opcionais, não da manutenção, tem bastante cromado nela, que cada aquela aparência de moto custon, a minha é preta, esperei dois meses para receber, a cor preta não tinha disponível naquele momento. Espero ter contribuído para a sua escolha. Silas - São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  32. Tenho uma Intruder 2010/2011 que comprei em 09/2013, depois de roubarem minha XJ6N em 08/2013, resolvi radicalizar geral, comprei uma Midnight Star zero e a intruder para trabalhar. Depois de tanto pesquisar, percebi que a Intruder seria uma ótima opção para eu me locomover para o trabalho, uso a moto somente para ir e voltar do trabalho.

    Pontos negativos dela na minha opinião:

    - Vibração entre 60km e 70km...depois disso para e você só escuta o motor gritando.
    - Posição dos pedais deveriam ser um pouco mais a frente.
    - Banco para o piloto desconfortável, garupa é bom.
    - Farol é sofrível, já troquei a lâmpada por uma branca mas não ficou legal. Clareou um pouco, mas o problema é o foco.
    - Dificuldade de achar peças....se não tiver uma cc perto de casa ou na cidade, vai sofrer.
    - Baixo valor de revenda.....a intruder ou você ama ou odeia ela.

    Pontos Positivos:

    - Ninguém quer roubar....se roubarem, tu tá muito azarado.
    - Econômica......a minha faz 35km/l com gasolina Pódium dentro da cidade.
    - Dá pra fazer customizações.....pra quem gosta é claro.
    - O câmbio é excelente......trocas são muito macias.

    Consideração final......Estou muito satisfeito com a moto, gostaria muito se fosse 250cc e recomendo.

    Abç

    Wallace

    ResponderExcluir
  33. Oi galera boa tarde,

    tenho uma intruder 2014/15 preta e não tenho nada o que reclamar dela , por onde ela passa ela chama atenção, coloquei um guidão da yes nela , para ele ficar com o estilo do guidao da 883.
    tirei o bagageiro dela para deixar ela com um visual mais clean, e troquei manoplas.
    quem gosta de uma customização essa moto é perfeita.
    Muito mais estavel que uma cg. bem mais confortavel.
    não tenho que reclamar dela , super economica. só estou usando ela para rodar no bairro e praticar mesmo, pois estou sem cnh .
    Saindo minha carta usaria ela para me descolar na cidade e para trabalhar.
    Ela é linda e estou muito contente e orgulhososo de ter feito essa escolha.
    Não penso em vende-la , devido ao seu valor de revenda , mas quero mexer o maximo nela para deixar ela na pegada bobber / cafe racer.
    só alegria

    ResponderExcluir
  34. Olá pessoal!! Estava pesquisando sobre essa moto linda e encontrei esse blog que me ajudou muito a chegar em uma decisão! Sou uma garota de 19 anos, estou tirando a carta categoria B, mas já penso em adicionar a A só para ter uma bebezinha dessa... Eu estava em dúvida com a Biz, mas por ser Honda, já fiquei alerta ... Depois de ler a opinião de todos vocês, realmente decidi que a Intruder será minha primeira moto! Justamente por ela ser baixa (tenho 1,60 de altura) e ter todo esse estilo rock que sinceramente combina muito comigo! Eu só tenho a agradecer a todos, sanaram Minhas duvidas, agora é só terminar a B, adicionar a A, e comprá-la (SÓ ISSO KKKK)

    ResponderExcluir
  35. Comprei a Intruder 2008 da minha irmã, no dia 18/09/2015, ela nem rodou muito com ela, tá com 20.000 km, deixei ela na oficina pra dar uma revisada geral, troquei pneu traseiro, mandei reformar o banco, trocar óleo, filtro, etc.
    Já tinha muito tempo que eu não pilotava uma moto, já tive TT 125, Turuna, RDZ, DT180, todas essas tranqueiras dos anos 80/90.
    Só tenho uma coisa a dizer:
    Essa motoquinha foi a melhor que já pilotei na minha vida! Ela é muito gostosa de pilotar, confortável, e tem um acabamento e visual lindos!
    Estou muito contente com essa custom, apaixonei mesmo.

    ResponderExcluir
  36. Comprei a Intruder 2008 da minha irmã, no dia 18/09/2015, ela nem rodou muito com ela, tá com 20.000 km, deixei ela na oficina pra dar uma revisada geral, troquei pneu traseiro, mandei reformar o banco, trocar óleo, filtro, etc.
    Já tinha muito tempo que eu não pilotava uma moto, já tive TT 125, Turuna, RDZ, DT180, todas essas tranqueiras dos anos 80/90.
    Só tenho uma coisa a dizer:
    Essa motoquinha foi a melhor que já pilotei na minha vida! Ela é muito gostosa de pilotar, confortável, e tem um acabamento e visual lindos!
    Estou muito contente com essa custom, apaixonei mesmo.

    ResponderExcluir
  37. O principal ponto negativo, é que em Teresina não temos mais revenda autorizada, e temos que andar muito pra encontrar peças de reposição.

    ResponderExcluir
  38. O principal ponto negativo, é que em Teresina não temos mais revenda autorizada, e temos que andar muito pra encontrar peças de reposição.

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde a todos. Tenho esta moto modelo 2008, desde 2010. Na epoca eu ja havia comprado uma GSX 750F. Posso dizer que acima da questao moto, tem sido um dos melhores produtos que ja comprei na vida. Nunca acusou um unico problema. Ou seja so troquei neste tempo(esta com 7500 km) uma bateria, mais nada. Ate hoje basta puxar o afogador e pega de primeira. Nenhum aspecto negativo. A moto tem 15 anos e nunca acusou 1 unico defeito. Nota 10.

    ResponderExcluir
  40. Correcao. A moto tem 8(oito)anos.

    ResponderExcluir
  41. Olá pessoal,há pouco tempo(cerca de quase um mês)adquiri uma intruder 250 com 69.000 kilometros originais.
    fora o fato de não ser tão fácil arrumar peças para reposição,no demais é só alegria!!!
    Moto muito boa,forte e confortável,quem tem a 125cc geralmente também não tem do que reclamar.Só não comprei uma125cc porque sou meio grande e pesado,mas achei uma delícia pilotá-la,se gostas do estilo retrô/rock¨n¨roll,recomendo.

    ResponderExcluir
  42. Olá galera eu tenho algumas novidades para vocês, a maioria das peças da Suzuki GSR 150i, são compatíveis com Intruder 125, eu já troquei os amortecedores da minha Intruder, Gostaria muito que a Suzuki estivesse lançado às Tecnologias do motor da GSR 150i uma nova Intruder 150, ela não ela não vibra e possui a sexta marcha, ao invés de trocar minha Intruder em uma nova eu irei colocar o motor da GSR 150i, por conta do preço de repasse ser uma desvantagem, melhor pagar 1500 em um motor e trocado.

    ResponderExcluir
  43. cara a melhor moto do mundo!!!! tenho a minha há,pasmem, 10 anos!!! moto guerreira, estilosa e confortável.

    ResponderExcluir
  44. Moto show de bola econômica confortável confiável a minha não vendo nunca!!!!!

    ResponderExcluir
  45. Comprei uma 2007 fina, vou fechar doc. Essa semana!! Fico triste pelo site não ter mais atualizações. Espero ter boas experiências com a minha

    ResponderExcluir
  46. Hi guys

    Possuo intruder desde 2014 e uma motinho joia assim chamada de custom. Pra dar mais aparencia de uma custom mudei tudo .

    Um banco custom, ponteira de harley Davidson longo reto , comnado avancado, guidon de harley alto .alforges, pneu largo soment o d traz. Manoplas cromada , velocimetro digital .

    tenho a dizer q ponteiras d harley dyna 883 ficou joia o ronco. Depois da repaginada muitos querem compra la .

    Rd guy Curitiba

    ResponderExcluir
  47. Tenho uma intruder 2008, ótima moto, mas tenho problemas com a trepidação na traseira da moto, tudo quebra, quebrou a churrasqueira, o para lama, a placa e a lâmpada da luz traseira desisti de trocar pq queima sempre.
    Fora isso sem problemas, mecânica japonesa de ótima qualidade

    ResponderExcluir
  48. Ae galera... Vlw pelos comentarios.
    Graças a isso decidi que a Intruder será minha primeira moto.
    Apesar do blog não ter mais atualização, vou postar minha experiência c a "Tudy" pra galera q for pesquisando sobre essa moto q parece ser mto boa.
    Mau'Fco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É excelente. Ja tentei trocar de moto mas não consigo.

      Excluir
    2. É excelente. Ja tentei trocar de moto mas não consigo.

      Excluir
  49. comprei 01/8/2016 Peruíbe uma intruder 125 ano 2008 gostei mas não passa de km 80

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é 125!

      Com jeitinho chega aos 100, mas esta não é uma moto para correr ou para estrada, é uma moto para cidade. Isto não significa que não possa pegar estrada com ela, só terá que ter paciência e dependendo da distancia, mais paradas.

      Excluir
    2. Ela é 125!

      Com jeitinho chega aos 100, mas esta não é uma moto para correr ou para estrada, é uma moto para cidade. Isto não significa que não possa pegar estrada com ela, só terá que ter paciência e dependendo da distancia, mais paradas.

      Excluir
  50. Quando comprei a minha em 2012 eu queria uma usada e adivinhe... Ela já era tão procurada que a pessoa postava em um dia e no mesmo já estava vendida. Tive que recorrer a uma zero e sinceramente foi a melhor coisa que já fiz. Ter um veículo sem "vícios" é a melhor coisa! Desvalorização é comum em qqr veículo. Vejo algumas pessoas que pagam preços significativos em veículos e muita vezes com juros acreditando que estão investindo, mas não, estão perdendo a dinheiro pela depreciação e pelo juros, sem falar de manutenção. Esse negócio de "é bem vendida ou mal vendida" depende da região. Aqui, por exemplo, ninguém fica muito tempo com venda parada!

    ResponderExcluir
  51. Boa moto... mas conforme disseram a cima, a vibração e as ruas esburacadas mostram a mecânica frágil. A minha quebra o paralama, placa, churrasqueira etc anualmente. Minha média é andar 80km/h com ela. 120km por dia.

    ResponderExcluir
  52. Olá amigos comprei um intruder 125 hoje, vou customiza-la depois comento como ficou, mas gostei muito das informações acima.

    ResponderExcluir
  53. Bzl Intrudeiros? Tenho uma 2008-Modelo 2009. Tirei Zero, e estou com ela até hj. Negativo até hj: Vibra entre 60 e 70 Km/h. Passou disso não vibra mais. E já fui para uns lugares legais. Moro numa cidade do Alto Tietê e de lá já parti para Campos do Jordão, Aparecida do Norte, Pindamonhangaba, Santos Dumont, Hopi Hari, Boracéia e Barra do Una. Fora os passeios mais curtos. Estou gostando dela até hj. Legal se voltassem a fabricar com Motor 250 cm³. Fora isso....Excelente. Abraços a todos. Antônio//##

    ResponderExcluir
  54. Vai rolar um leilão dos correios aqui em Vitória/ES. São mais de 100 intruder 125, todas 2007. Minha intenção é comprar umas três para revender duas e ficar com uma para meu uso diário. Como tenho uma pequena experiência com mecânica e as motos estão em condições razoáveis, acredito que farei um bom negócio. Tenho uma Vulcan Custom 900 para as viagens e uma Fazer150 para o dia a dia. Se der certo, a fazer vai ser substituída apesar de ser uma ótima moto pela intruder que me agrada muito pelo estilo.

    ResponderExcluir